Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SAPO developers blog

SAPO developers blog

ISEL Tech 2011

Maio 20, 2011

jac

Nos dias 24, 25 e 26 de Maio o ISEL vai realizar o ISEL Tech 2011.

 

Este evento é gratuito e de entrada livre; não é necessário ser aluno desta instituição para participar.

 

Cartaz ISEL Tech 2011

 

A agenda já está disponível online e conta com duas apresentações por colaboradores do SAPO:

 

  • Node.js, por Diogo Antunes (Quarta-feira, 25 de Maio de 2011, das 16:15 às 17:00)
  • Advanced Android, por Carlos Anjos (Quinta-feira, 26 de Maio de 2011, das 18:40 às 19:10)

Um erro no cardápio

Março 05, 2010

jac

Entre outras coisas, o SAPO age como broker de conteúdos.

Neste contexto, recebemos informação de cerca de uma centena de parceiros, trabalhamo-la e utilizamo-la.

Em alguns casos podemos fornecê-la tal como nos chega, noutros não. Noutros ainda, depende; depende da plataforma em que vamos disponibilizar, depende dos termos que vamos aplicar, etc.

Com tantos parceiros e com tantos casos diferentes, e numa empresa onde trabalham mais de 270 pessoas, é fácil alguma coisa correr mal.

Nos últimos dois dias o SAPO fez uma asneira, que é hoje aqui explicada em três passos simples.

Passo um - erro humano

Ao introduzir dados no nosso Bus existe uma checkbox que define se o serviço é público ou privado.

Os serviços privados ficam disponíveis apenas na nossa rede, para que outras plataformas do SAPO os possam usar, e os públicos ficam também disponíveis num endpoint de acesso geral, sujeitos aos termos e condições de serviço em services.sapo.pt.

Quando se introduziu no Bus o feed de informação de trânsito, terá ficado esquecida a selecção da dita checkbox.

Assim, o SAPO começou a disponibilizar informação que não deveria, e aqui começa a nossa saga.

Passo dois - o detectar do erro e a acção de resposta

Foi o próprio fornecedor do SAPO que detectou que algo estava mal, quando surgiu uma aplicação para o Android que fazia uso da sua informação.

O fornecedor contactou o SAPO, descreveu o que tinha observado, e perguntou o que se passava.

Do lado do SAPO, a pessoa que recebeu a questão interpretou mal: em vez de se aperceber que era o SAPO quem tinha errado, tendo disponibilizado informação que não devia, assumiu apenas que a terceira parte, o autor da aplicação para Android, estava a utilizar esta informação indevidamente (o que não era verdade, já que a pessoa se tinha regido pelos termos e condições que estavam dispostos na página).

Pior do que perceber errado foi o tentar resolver o problema, que passou por um mail curto e grosso ao autor da aplicação no qual se exigia o fim do uso da feed sob pena do SAPO "tomar providências".

Este foi o segundo erro por parte do SAPO.

Passo três - resolver a asneira

A história não ficaria completa sem que resolvêssemos o problema, e como o mesmo começou a ser discutido por várias pessoas ontem no Twitter e noutras redes, achamos por bem colocar aqui este post a explicar a todos ao mesmo tempo o que se tinha passado e o que tinha sido feito.

O fornecedor foi contactado e a situação foi-lhe explicada. Eles são pessoas como nós e compreenderam.

O autor da aplicação foi contactado e a situação também lhe foi explicada. Já lhe foi garantido que não há providências nenhumas a serem tomadas.

As pessoas que tentaram resolver o problema de uma forma que não a melhor também já foram esclarecidas. As únicas medidas que realmente foram tomadas no SAPO relativamente a este assunto foram no sentido de que situações semelhantes não tornassem a ocorrer.

 

Entretanto, estamos já a ver de que forma poderemos disponibilizar a informação para que a referida aplicação possa continuar a fazer uso da mesma.

 

Mais informação sobre o assunto no fórum Androidpt, aos membros do qual agradecemos a paciência e compreensão.

2009 no SAPO

Janeiro 04, 2010

jac

2009 foi, como todos são, um ano em cheio no SAPO.

 

Lançámos imensos sites e portais: SAPO Ambiente, SAPO SMS, SAPO Kids, SAPO Casamentos, Procuro emprego, SAPO Jogos, SAPO Livros, Sites SAPO, SAPO Desporto, SAPO Web Messenger, Arquivo da Lusa no SAPO Fotos.

 

Relançámos sites e serviços como o SAPO Ajuda, o SAPO TV, o SAPO Emprego e o Login SAPO, que inclusivé passou a suportar o Cartão de Cidadão.

 

Adicionámos imensas novas funcionalidades a plataformas já existentes: o SAPO Spot recebeu novos widgets e microblogging, o SAPO Messenger recebeu o Fala comigo e foi integrado no SAPO Mail, o SAPO Mapas passou a ter itinerários com transportes públicos e visitas virtuais, etc.

 

Realizámos grandes operações de restruturação a serviços como o SAPO Fotos e o SAPO Mapas.

 

Redesenhámos a presença do SAPO no Meo.

 

Lançámos novos conteúdos em versão Mobile: o Auto SAPO, o SAPO Mapas, o Casa SAPO, o Manchetes do SAPO, entre outros.

 

Colocámos no ar novos sites de apoio ao cliente, para dar suporte aos utilizadores, para os educar em termos de segurança, para obter feedback que nos ajude a melhorar.

 

Lançámos uma nova versão da homepage.

 

Lançámos o Pond.

 

Lançámos o Puny URL.

 

Lançámos o SAPO Widgets.

 

A equipa das Mobile Applications expandiu o seu portfólio de aplicações para smartphones, que agora inclui a Banca SAPO, o Cine SAPO, o TMN Pond e o Kiosk, disponíveis para uma série de plataformas, incluíndo Android, Nokia WRT e iPhone.

 

Nos Labs do SAPO lançámos o SAPO Campus, o Tendências e o Verbatim.

 

Recrutámos mais de 40 pessoas só para a área técnica (a equipa tem agora mais de 150 pessoas).

 

Realizámos uma dezena de SAPO Sessions e outras tantas acções de formação, algumas das quais com lugares abertos para o público em geral.

 

Tivemos nas nossas instalações uma série de pessoas com as quais partilhamos imenso: Anne van Kesteren (HTML 5), Brian LeRoux (PhoneGap), Rasmus Lerdorf (criador do PHP), Jan Lehnardt (CouchDB), Janet Read (HCI com crianças), Larry Wall (criador do Perl), etc.

 

Escrevemos. No Developers, no OpenID no SAPO, no Identity, no Segurança online, no LibSAPO.js, no User eXperience.

 

Melhorámos vários dos nossos processos, quer pela adição de sangue novo à equipa (que nos traz sempre novas ideias) quer pelo esforço de organização interna que culmina em coisas como as guidelines internas de usabilidade e acessibilidade.

 

Organizámos novamente o Summerbits e o Codebits.

 

Estivemos presentes em mais de uma dezena de conferências.

 

Reforçámos a nossa presença em Angola, Moçambique e Cabo Verde.

 

E muito, muito mais.

 

Foi um ano de trabalho árduo mas compensador.

 

Para 2010, que começa agora, já há grandes planos.

 

Ao trabalho.

Brian LeRoux no SAPO

Dezembro 07, 2009

jac

Depois do Codebits, o dia começou tarde.

 

Com o feriado amanhã, ainda está pouca gente.

 

Ainda assim, a equipa Mobile do SAPO está presente em peso, e tem motivos para isso: Brian LeRoux está cá.

 

 

Após um almoço de sushi a equipa passa agora a tarde com o Brian: visita guiada ao SAPO, demos e testes de uma série de produtos e plataformas e depois uma sessão de formação.

 

Quanto à fotografia que se segue, a única dificuldade em tirá-la foi perceber quais eram os protótipos que ainda não podiam ser fotografados:

 

 

Obrigado, Brian!

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D