Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SAPO developers blog

SAPO developers blog

16:30, CISSP

Maio 30, 2011

jac

Eram 16:30 quando o telemóvel se iluminou com a mensagem: "as notas já saíram!"

Viram os dois ao mesmo tempo e um deles disse em voz alta: "As notas!"

Ambos pegaram nos telemóveis e foram ver o mail.

Segundos depois falavam um com o outro ainda a olhar para os ecrans:

- Passaste?

- Passei. Tu?

- Também.

Olharam um para o outro com um grande sorriso e deram um sonoro high five.

No resto da sala, a formadora e os outros formandos olhavam em silêncio.

O Nuno e o Tiago acabavam de receber a notícia de que tinham obtido aproveitamento no exame de certificação CISSP - Certified Information Systems Security Professional.

A equipa de Web Security do SAPO, a juntar a outras formações e mestrados passou agora a possuir também duas certificações CISSP.

 

Depois de uma semana em formação intensiva e de várias noites a estudar o resumo de 1,200 páginas, este foi o culminar da certificação.

 

Ou não, porque o processo ainda não está terminado; ainda falta comprovar um mínimo de cinco anos de experiência profissional em 2 dos 10 domínios do CISSP, solicitar que um CISSP certifique o CV apresentado e mais alguns pequenos passos.

 

Um dos pontos mais interessantes do exame é a duração de 6 horas sem intervalo para almoço, o que levou estas duas pessoas a levar comida com elas e a escolhê-la de forma a ser ingerível no mais curto espaço de tempo possível.

Mantimentos que o Tiago levou para o exame

 

Outro ponto interessante é o facto das idas à casa de banho durante o exame serem "auditadas", mas optámos por não aprofundar muito o conhecimento nesta matéria para o efeito deste post.

 

A certificação é válida por três anos e para a manter é preciso obter 120 CPEs (Continuing Professional Education) durante os três anos, com um mínimo de 20 por ano. Criar conteúdos de formação, assistir a apresentações sobre o tema são algumas das formas de manter a certificação.

SAPO Session: Personal Security

Maio 26, 2011

jac

UPDATE: todos os lugares atribuídos, 0 lugares disponíveis.

 

A próxima SAPO Session tem lugar na manhã de dia 1 de Junho, uma Quarta-feira.

 

O tema é "Personal Security" e conta com duas apresentações por três pessoas especializadas nesta área:

 

  • Living with Passwords: Personal Password Management, por Nuno Loureiro e João Poupino - "A autenticação nos sistemas continua a ser maioritariamente baseada em passwords. Como tal, tentaremos discutir várias alternativas existentes para gestão de passwords pessoais, de forma a evitarmos algumas das más práticas como reutilização de passwords, ou utilização de passwords diferentes, mas fracas, nos vários sistemas. Finalmente, abordaremos também as tendências de novas soluções de autenticação, que se apresentam como alternativas às passwords."
  • SSL, HSTS and other stuff with two eSSes, por Tiago Mendo - "SSL is widely accepted as a technology that protects site users from certain attacks. But does it really protect them? Are we deploying it right? Probably not. I will show you why."

 

O SAPO tem teve 15 lugares para oferecer ao público em geral para assistir a estas apresentações no dia 1 de Junho na zona de Entre Campos, em Lisboa. Os lugares serão foram atribuídos, por ordem de chegada, aos primeiros 15 mails a chegar a saposessions em sapo ponto pt com nome do participante e número de um documento de identificação (1 lugar por mail).

 

UPDATE: todos os lugares atribuídos, 0 lugares disponíveis.

ISEL Tech 2011

Maio 20, 2011

jac

Nos dias 24, 25 e 26 de Maio o ISEL vai realizar o ISEL Tech 2011.

 

Este evento é gratuito e de entrada livre; não é necessário ser aluno desta instituição para participar.

 

Cartaz ISEL Tech 2011

 

A agenda já está disponível online e conta com duas apresentações por colaboradores do SAPO:

 

  • Node.js, por Diogo Antunes (Quarta-feira, 25 de Maio de 2011, das 16:15 às 17:00)
  • Advanced Android, por Carlos Anjos (Quinta-feira, 26 de Maio de 2011, das 18:40 às 19:10)

SAPO Session: Erlang

Maio 12, 2011

jac

UPDATE: todos os lugares atribuídos, 0 lugares disponíveis.

 

As SAPO Sessions estão de regresso. Uma breve descrição para quem não estiver familiarizado com o conceito:

 

  • 1 manhã
  • 1 tema
  • 2 apresentações
  • ~75 pessoas

 

A primeira sessão desta nova ronda tem como tema a linguagem Erlang e conta com:

 

  • Introduction to Erlang, por Sérgio Veiga - "A small introduction of the language philosophy, syntax, virtual machine and sequential programming.
  • Building resilient and scalable applications with Erlang, por Vitor Rodrigues - "How to build massively scalable soft real-time systems with requirements on high availability. Will cover design principles, concurrent programming and high availability."

 

O SAPO tem teve 15 lugares para oferecer ao público em geral para assistir a estas apresentações no dia 18 de Maio na zona de Entre Campos, em Lisboa. Os lugares serão foram atribuídos, por ordem de chegada, aos primeiros 15 mails a chegar a saposessions em sapo ponto pt com nome do participante e número de um documento de identificação (1 lugar por mail).

 

UPDATE: todos os lugares atribuídos, 0 lugares disponíveis.

Microsoft WebCamp Portugal e Comunidade HTML5 - Portugal

Maio 06, 2011

jac

Teve hoje lugar o Microsoft WebCamp Portugal, que reuniu centenas de participantes para ouvir vários oradores falar sobre temas como HTML5, jQuery e CSS.

 

O SAPO também esteve presente, representado pelo André Luís, que fez uma pequena intervenção para explicar como usámos HTML5 na homepage do SAPO e como trabalhámos para melhor a integrar no IE9.

 

Também foi lá que se lançou a Comunidade HTML5 - Portugal, da qual o SAPO faz orgulhosamente parte.

 

 

 

Logo Comunidade HTML5 - Portugal

 

 

 

 

Passatempo API SAPO Mapas

Abril 20, 2011

jac

O SAPO tem a decorrer um passatempo para utilização da API do serviço de Mapas até ao dia 30 de Abril.

 

Este passatempo é direccionado a estudantes universitários em Portugal, que podem usar a API do Sapo Mapas para construir uma aplicação e ganhar prémios:

 • 1º Lugar – Sony VAIO EB3L1E-WI e estágio na PTC;
 • 2º Lugar – Vouchers Galileu no valor de 250,00€ para Percursos de Formação e Certificação;
 • 3º Lugar – Telemóveis TMN Soft stone;
 • 4º Lugar – GPS NDrive (modelo a designar pela PTC);
 • 5º Lugar – Packs Odisseias (be cool/be happy).

Toda a informação sobre o passatempo encontra-se disponível aqui.

Para participar basta preencher o formulário e submeter a aplicação relativa ao passatempo.

 

Podem consultar o regulamento online e, em caso de dúvidas, a equipa está disponível através do endereço mapas@mail.sapo.pt.

Resultados do Inquérito sobre o Panorama Nacional Tecnológico

Abril 08, 2011

celso

No início do mês pedimos-vos a vossa opinião sobre um conjunto variado de questões sobre o Panorama Nacional Tecnológico.

 

A resposta ao nosso repto foi enorme e agradecemos-vos muito a vossa contribuição. Responderam 421 pessoas ao inquérito e o resultado, tal como esperado, foi interessante. O SAPO tem um especial interesse em compreender bem a realidade que nos rodeia no contexto da tecnologia em Portugal e o vosso feedback foi da maior utilidade 

 

Tal como vos prometemos, ficam aqui os resultados do inquérito, já agregados e tratados.

 

Distribuição por idades

 

 

A vasta maioria dos inquiridos são jovens e têm idades compreendidas entre os 21 e os 35 anos.

 

Situação actual

 

 

 

 

 

 

Actividades principais

 

 

Outras actividades comuns que apareceram nas respostas, embora menos frequentes, foram: Consultoria, Educação, Telecomunicações e Gestores de produto.

 

Passado, Presente e Futuro

 

Quais foram as principais alterações no panorama das Tecnologias em Portugal nos últimos 5 anos?

 

Estas foram as respostas mais frequentes, já agregadas em grandes temas:

  • As Universidades e a industria trabalham mais em conjunto.
  • Surgiram muitas startups tecnológicas em Portugal e muitas deles são projectos de empreendedorismo de estudantes Universitários.
  • A auto-confiança aumentou e há menos aversão ao risco.
  • A banda larga disseminou, quer no móvel quer no fixo.
  • Foram referenciadas as várias iniciativas de e-gov: Cartão do cidadão, Magalhães, Desmaterialização dos serviços públicos no online.
  • Muitas das startups que surgiram estão relacionadas com o mobile. Ênfase nas plataformas iPhone e Android.
  • Os smartphones disseminaram.
  • Há um mercado muito grande de IPTV/VOD em Portugal para um País da nossa dimensão.
  • Modernização. Passagem de muitos serviços tradicionais para a Internet.
  • Surgimento de várias conferências e eventos de referência: UXLX, Codebits, Ignite Portugal, Shift.
  • Energias renováveis.

 O que é que as pessoas esperam que aconteça nos próximos 5 anos?

 

  • Algum negativismo presente (salários baixos, poucas oportunidades, estagnação).
  • Governo e startups: querem mais incentivos e menos envolvimento e menos burocracia.
  • Vão aparecer muitas mais startups de base tecnológica.
  • Brasil e PALOPs como uma forma de expansão eficiente com a vantagem das relações e da língua.
  • Mais projectos nas áreas das energias e dos sensores.
  • Mais oportunidades de financiamento. Especialmente nas ajudas pequenas para começar (pex: Seed capital e VC).
  • Mais Universidades e trabalhar em conjunto com a industria.
  • Mais software Opensource usado no estado.
  • Acesso generalizado às redes de nova geração (Fibra óptica) no País.
  • A reutilização do espectro libertado com a introdução do TDT foi mencionado várias vezes.
  • Serviços e oportunidades baseados no paradigma Cloud.
  • Mais empreendedores, mais suporte, são necessárias mudanças culturais.
  • Mais inovação verdadeira, menos cópias e marketing.
  • Oportunidades relacionadas com a Educação (Scratch foi mencionado várias vezes).

 

Principais empresas para trabalhar em Portugal. Este ponto é para analisar com a devida salvaguarda de que o público que respondeu a este inquérito está por um lado de alguma forma relacionado connosco, e por outro é uma comunidade muito próxima e muito relacionada com a Internet em particular. Ainda assim provoca-nos orgulho:

 

  1. Portugal Telecom, PT Inovação e outras telcos (Vodafone e Sonaecom foram mencionadas)
  2. SAPO
  3. Critical Software
  4. YDreams
  5. Novabase
  6. Microsoft, Oracle, Cisco, Siemens e IBM.
  7. Consulting: Deloitte, Accenture, Cap Gemini.
  8. Startups: Tarpipe, Webreakstuff, Bitrzr, Caixa Mágica e Eurotux.

Empreendedorismo

 

 

 Foram mencionados com frequência 3 pontos relativos a esta questão:

 

  • Começar é muito difícil. Não há um sistema de incentivos (impostos) adequeado.
  • Há poucas oportunidades de obter pequenos financiamentos para dar os primeiros passos: Seed capital e VC.
  • A cultura de risco é fraca e deve ser ensinada nas Universidades. Falhar ou errar é culturalmente considerado mau e deixa sequelas na nossa sociedade.

Inovação

 

 

À pergunta "quais são as empresas que mais inovam em Portugal" temos, por ordem de popularidade, as seguintes respostas (de novo, a salvaguarda que já foi mencionada):

 

  • SAPO
  • YDreams
  • Critical Software
  • Portugal Telecom (outras Telcos foram mencionadas)
  • PT Inovação
  • Alert
  • Caixa Mágica
  • Viatecla
  • Tarpipe
  • Webreakstuff
  • Seed studios

Oportunidades

 

 

O que é que precisa de mudar para melhorar o panorama das oportunidades de trabalho em IT em Portugal?

 

  • As Universidades precisam de repensar as tecnologias que ensinam nos seus cursos.
  • O governo deveria adoptar fortemente tecnologias e standards abertos.
  • Menos consultoria, mais produtos.
  • Incentivos para criar oportunidades fora de Lisboa aonde foi mencionada uma forte concentração. Descentralizar, investir em trabalho remoto.
  • Os salários, como seria de esperar, foram mencionados frequentemente.
  • Formação em empreendedorismo e risco. As Universidades devia abraçar esta missão.
  • Carreiras orientadas à meritocracia e à especialização.
  • Mais inovação, mais startups.

Os bons eventos IT em Portugal

 

 

Por ordem de popularidade nas referências:

 

  • SAPO Codebits
  • Microsoft Techdays
  • Semana Informática IST
  • Barcamps
  • Shift
  • UXLX
  • Ignite Portugal
  • TEDx's
  • YAPC

As empresas que mais influenciam

 

Não esquecer a pitada de sal. Ainda assim:

 

  • SAPO
  • Critical Software
  • YDreams
  • Portugal Telecom, Vodafone, Zon, PT Inovação, EDP
  • Microsoft
  • Foram vastamente mencionadas, ainda que por má interpretação da pergunta, as redes sociais Facebook e Twitter, bem como o próprio Google.

As pessoas mais influentes

 

  • António Câmara
  • Diogo Vasconcelos
  • Celso Martinho
  • Mário Valente
  • Pedro Aniceto
  • Pedro Melo
  • José Tribolet
  • Artur Portela, José Quintanilha, Nuno Crato
  • Media: Paulo Querido, Lourenço Medeiros, Vitor Domingos

 

Não sabemos bem o que dizer aqui :)

 

Os recursos online mais influentes

 

  • Portugal a Programar
  • Aberto até de Madrugada
  • SAPO Tek
  • Zwame
  • Planet Geek
  • Pplware
  • Exame Informática
  • SAPO Developers Blog
  • Globais: Engadget, Gizmodo, Mashable, ReadWriteWeb, outras.

Conclusão

 

A grande conclusão que retiramos deste inquérito é, em primeiro lugar, que sentimos que temos tudo o que é preciso: talento, vontade e garra para construir um futuro ainda mais brilhante em Portugal no que diz respeito a tecnologia, inovação e competitividade.

 

Em segundo lugar é preciso assinalar que apesar do contexto actual do País e apesar de todas as dificuldades que existem e de todas as críticas que identificámos e assinalámos, há um sentimento generalizado de revolta positiva, aquela que nos incentiva a mudar as coisas pelas nossas próprias mãos e a nunca desistir. E acima de tudo há muito feedback positivo, muitas sugestões e muitas oportunidades para serem agarradas e a certeza de que vamos crescer.

 

Como já dissemos, para nós SAPO e também para a Portugal Telecom, foi importante sentir este vosso pulso sobre a realidade. Por isso, mais uma vez o nosso obrigado pelo contributo. Vamos fazer muito bom uso desta informação, fica a promessa.

 

Discutam.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D